TIREOIDECTOMIA, VOZ E DEGLUTIÇÃO

A tireóide é uma glândula localizada no pescoço importante para o metabolismo humano. Diversos são os problemas que podem acometer a tireóide e, dentre elas, está o câncer de tireóide.

O tumor maligno de tireóide pode ser explicado por diversas formas: herança familiar, exposição à radioterapia na região cervical ou exposição à radioatividade. A única forma de tratamento, nesses casos, é a tireoidectomia, onde toda tireóide é removida. Os riscos no pós-operatório podem estar diretamente ligados à voz e à deglutição, pois a inervação da voz está muito próxima da tireóide.

A voz pode apresentar-se rouca, voz menos intensa e o paciente pode referir cansaço para falar. Além disso, o paciente pode sofrer engasgos, tosse, pigarro e sensação de alimento parado durante a alimentação.

É importante que, nesses casos, o atendimento ao paciente seja iniciado ainda no pré-operatório, para que se possa orientá-lo e registrar sua voz para posterior comparação.

A terapia fonoaudiológica deve iniciar no pós-operatório imediato sempre que possível para o uso de manobras posturais específicas, adaptação de dietas e início de exercícios vocais, evitando compensações vocais, podendo prejudicar a qualidade vocal do indivíduo.

Dúvidas para:

fgafernanda@gmail.com

www.espacovozepsique.com

www.facebook.com/vozepsique

FERNANDA FERREIRA – CRFa 11161
Bacharel em Fonoaudiologia pela UFRJ, Pós-graduada em Psicomotricidade pela UCAM, Mestre em Psicologia pela UFRJ.
Telefone: 8152-9333 / 7852-0977 / 3741-9333

P A T R O C I N A D O R E S
Quem Somos | Fale Conosco | Anuncie Aqui
© Copyright 2013