DISLEXIA

Nosso objetivo é esclarecer dúvidas e disseminar novos conhecimentos sobre a Fonoaudiologia, que está atualmente em alta devido às novelas da Globo onde têm abordado patologias ligadas diretamente à esta profissão em suas novelas, tais como "Páginas da Vida" com a Clara (Síndrome de Down) e, na novela "Duas Caras" como a Dislexia.

E no nosso primeiro contato falaremos sobre a Dislexia. Esperamos que gostem.

Atenciosamente,
Fernanda Ferreira

Aprender a ler e a escrever é um grande desafio para as crianças. Dentre as diversas dificuldades temos a relação letra-som que nem sempre é exata: enquanto que em vaca pronunciamos 4 sons e escrevemos 4 letras, na palavra chuva, falamos 4 sons, mas escrevemos 5 letras e, além disso, o som do dígrafo “ch” pode ser confundido pelo som do “x”.

Dentre os diversos transtornos que envolvem dificuldade no aprendizado da leitura e da escrita temos a Dislexia. Tal transtorno vem sendo estudado há muitos anos e diversas pesquisas apontam para uma alteração neurológica transmitida geneticamente.

Mas como saber se seu filho/aluno é disléxico? Os sintomas mais comuns são omissão, inversão, substituição, adição e repetição de letras ou sílabas ao ler ou escrever, lentidão na leitura e dificuldade de entender o que foi lido, a criança não consegue se organizar durante a leitura (muda a ordem das palavras, pula sílabas ou palavras), tem dificuldade em diferenciar letras visualmente parecidas (b x d, p x q) ou acusticamente semelhantes (m x n).

Outro ponto importante a ser observado é o comportamento das crianças disléxicas: preguiça, desinteresse, dispersão e hiperatividade são algumas das características apresentadas por aqueles que tem dificuldade ao ler e escrever, isto é, por não entenderem o que lhes é ensinado, não se sentem motivados a realizar as tarefas propostas. Portanto, é fundamental a observação criteriosa das crianças, visto que seu comportamento pode ser indicativo de uma real dificuldade no aprendizado da leitura e da escrita.

Caso alguém que você conheça apresente algum desses sintomas ou existam dúvidas a esse respeito, procure um fonoaudiólogo.

Dúvidas para: fgafernanda@gmail.com

FERNANDA FERREIRA – CRFa 11161
Bacharel em Fonoaudiologia pela UFRJ, Pós-graduada em Psicomotricidade pela UCAM, Mestre em Psicologia pela UFRJ.
Telefone: 8152-9333 / 7852-0977

P A T R O C I N A D O R E S
Quem Somos | Fale Conosco | Anuncie Aqui
© Copyright 2013