A DISCALCULIA

A Durante o processo de aprendizado da matemática, sentimos dificuldade em aprender diversos pontos, como a operação de dividir ou a equação de segundo grau. Apesar de esse aprendizado representar um grande esforço, conseguimos superar tais dificuldades. Porém, nem todas as crianças conseguem superar as dificuldades da matemática e nesses casos temos a discalculia.

A discalculia é um transtorno relacionado à maturação da área do cérebro relacionada às capacidades matemáticas, onde geralmente está associada à dislexia.

Alguns sintomas são:
- extrema lentidão por não ter os mecanismos necessários, como tabuada decorada;
- dificuldades na orientação espacial, como não saber posicionar os números de uma operação ou usar muito ou pouco espaço do papel;
- dificuldade na memória de curto prazo (guardar informações por um curto espaço de tempo) e de longo prazo (como esquecer que deve fazer o dever de casa);
- dificuldade com as operações matemáticas (somar, subtrair, multiplicar e dividir);
- confusão com símbolos matemáticos (+, -, x, <, >, =) e para entender as palavras que representam os símbolos (soma, total, maior, menor).

Para ajudar as crianças com discalculia:
- permita o uso de calculadora e tabuada para resolver as questões;
- faça com que use um papel quadricaludado sempre que possível para ajudá-lo a se organizar no papel;
- use representações concretas para facilitar a compreensão dos problemas;
- elabore questões diretas e não limite seu tempo para respondê-las; e
- ensine os conceitos matemáticos o mais explícito possível.

Dúvidas para: fgafernanda@gmail.com

FERNANDA FERREIRA – CRFa 11161
Bacharel em Fonoaudiologia pela UFRJ, Pós-graduada em Psicomotricidade pela UCAM, Mestre em Psicologia pela UFRJ.
Telefone: 8152-9333 / 7852-0977

P A T R O C I N A D O R E S
Quem Somos | Fale Conosco | Anuncie Aqui
© Copyright 2013