DEGLUTIÇÃO ATÍPICA

A deglutição é a função responsável por transportar o alimento da boca para o estômago. É divida em três fases: a primeira é denominada fase oral, que se inicia logo após a mastigação, onde voluntariamente elevamos a língua e impulsionamos o bolo alimentar em direção à faringe. A segunda é a fase faríngea, estágio involuntário da deglutição onde o alimento é direcionado para o esôfago. A fase esofágica é a terceira fase, estágio em que o bolo alimentar é impulsionado ao estômago.

A deglutição atípica é uma alteração na fase oral da deglutição. Os principais sinais dessa alteração são:
- mastigação realizada com os dentes incisivos ou simultanemante com ambos os lados da boca;
- mastigação realizada com a boca aberta;
- posicionamento da língua entre os dentes ao engolir;
- participação indevida dos lábios durante a deglutição;
- respiração oral em vez de respiração nasal;
- freqüentemente a pessoa com deglutição atípica apresenta alteração nos fonemas /s/, /x/, /z/, /j/, /t/, /d/ e /l/.

A terapia da deglutição atípica é ensinar à pessoa o modo correto de deglutição através de exercícios específicos. Além disso, encaminhamentos a um ortodontista e um otorrinolaringologista é importante quando se detecta quaisquer alterações dentárias ou respiratórias.

Dúvidas para: fgafernanda@gmail.com

FERNANDA FERREIRA – CRFa 11161
Bacharel em Fonoaudiologia pela UFRJ, Pós-graduada em Psicomotricidade pela UCAM, Mestre em Psicologia pela UFRJ.
Telefone: 8152-9333 / 7852-0977

P A T R O C I N A D O R E S
Quem Somos | Fale Conosco | Anuncie Aqui
© Copyright 2013