IMPLANTE COCLEAR

A deficiência auditiva é a perda total ou parcial da audição, onde pode ser encontrada em todas as idades. Para que os indivíduos diagnosticados com tal perda possam ouvir, próteses auditivas são indicadas, os chamados Aparelhos de Amplificação Sonora Individual (AASI’s). Quando tais próteses não dão resultados positivos em pessoas com perdas de grau severo a profundo, o implante coclear pode ser uma opção.

O implante coclear é um dispositivo composto de dois componentes (interno e externo) que possui uma tecnologia sofisticada que permite o usuário ter uma audição o mais próximo possível da realidade através da transmissão de impulsos elétricos às fibras auditivas remanescentes e, assim, transmitir o sinal elétrico ao nervo auditivo para ser codificado pelo cérebro.

A população infantil indicada para o uso do implante são aquelas portadoras de deficiência bilateral de grau profundo a partir de 1 ano de idade, mas sempre com o aval de uma equipe interdisciplinar.

Adultos precisam ter idade acima de 18 anos, perda auditiva neurossensorial de severa a profunda em ambas as orelhas, os quais não se adaptaram auditivamente às próteses auditivas por apresentarem nenhuma qualidade na audição, dentre outros, mas sempre com uma avaliação criteriosa por uma equipe, assim como acontece para seleção de crianças.

A partir de 1º de janeiro de 2012 os planos de saúde passam a cobrir o implante coclear bilateral após uma resolução da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). Caso tal resolução não seja cumprida, multas serão aplicadas.

Dúvidas para: fgafernanda@gmail.com

FERNANDA FERREIRA – CRFa 11161
Bacharel em Fonoaudiologia pela UFRJ, Pós-graduada em Psicomotricidade pela UCAM, Mestre em Psicologia pela UFRJ.
Telefone: 8152-9333 / 7852-0977

P A T R O C I N A D O R E S
Quem Somos | Fale Conosco | Anuncie Aqui
© Copyright 2013